MTb interdita secadora à vácuo que matou 3 trabalhadoras


MTb interdita secadora à vácuo que matou 3 trabalhadoras em Andradina (SP)

A Inspeção do Trabalho interditou na quinta-feira (28) a secadora à vácuo da empresa Ravagnani & Cia EPP – Curtume Andradina que causou a morte de três trabalhadoras após a queda do equipamento de uma das mesas de secagem da máquina (que pesava aproximadamente 1 tonelada).

A prensa hidráulica de uma tonelada desabou sobre as trabalhadoras que foram socorridas e encaminhadas ao pronto-socorro da cidade, mas não resistiram aos ferimentos. O curtume de Andradina processa principalmente couro bovino e a secadora à vácuo era utilizada na secagem de couro, pesando uma tonelada.

O município de Andradina fica a oeste de São Paulo e a empresa foi notificada pela fiscalização do Ministério do Trabalho de Presidente Prudente a apresentar vários documentos relacionados ao acidente para análise do ocorrido, como comprovação de treinamentos das trabalhadoras, risco da máquina, além de uma série de documentos gerais relacionados à inspeção trabalhista.

Conforme os trabalhadores da empresa relataram aos auditores-fiscais do Trabalho, o acidente ocorreu devido à queda de uma das mesas de secagem sobre as vítimas quando estas colocavam os couros a serem secados sobre as mesas da máquina, conhecido como processo de Alimentação. Por não haver sistema de segurança capaz de impedir a queda involuntária ou acidental, seja no processo de alimentação ou retirada dos couros, a Inspeção do Trabalho decidiu pela Interdição do equipamento.

Após a interdição, a equipe de auditores continua o processo fiscalizatório na empresa para verificar o restante das instalações da empresa e a segurança dos funcionários.

Veja aqui a reportagem publicada no site G1 sobre o acidente.

Fonte: Ministério do Trabalho
Assessoria de Imprensa
imprensa@mte.gov.br
(61) 2021-5449

Supervisão ASCOM
Jorn. Eliana Camejo
eliana.camejo@mte.gov.br
(61) 99213-1667

Related Post < h3 >< / h3 >

Deixe um comentário